No porta bebés, bebés virados para os pais

Quando tive a minha filha, já há uns aninhos, ofereceram-me um pano. Eu consultei as instruções e lá a coloquei virada para a frente. Usei poucas vezes, ela não gostou nada. Quando comecei a trabalhar com bebés percebi porquê. Aproveito para agradecer às pessoas que trabalham com babywearing e que tive o prazer de conhecer.
Falando apenas da questão física, do desenvolvimento do corpo do bebé. Carregar bebés à frente, virados para a frente é contraproducente para a sua coluna que fica “esticada” em vez de “enrolada” (em cifose) como deve estar nesta fase para preservar o desenvolvimento saudável da coluna.
Depois temos a questão das ancas que estão em desenvolvimento. Quando as perninhas ficam esticadas, “caídas”, suspensas, comprometemos as ancas em desenvolvimento, já para não falar na pressão sobre as virilhas, que entre outras coisas interfere com a circulação na zona.
Depois destas considerações gostaria de deixar um conselho, não adquira porta-bebés sem um pouco de pesquisa ou mesmo aconselhamento profissional. São caros e muitos dos que existem no mercado não são ergonómicos.

Deixe um comentário